Sacar FGTS

A Caixa Econômica Federal disponibiliza para seus clientes diversas opções de atendimento, principalmente para quem deseja sacar o seu FGTS ou está a procura de maiores informações. Caso o valor do saque do FGTS seja até R$ 1.000,00 o cliente deverá comparecer em um dos canais listados abaixo, fornecendo o seu cartão cidadão e senha pessoal.

Se você tiver em mãos o cartão cidadão ou o valor do seu saque FGST for maior que R$ 1.000,00 então você deverá procurar uma agência da caixa para realizar o seu atendimento. Para a sua comodidade, a Caixa oferece ainda um serviço através de mensagem via celular para o cliente acompanhar o seu saldo e todas as movimentações financeiras da conta
vinculada com o FGTS, através do acesso WAP.

Situações para o saque FGTS

Sacar FGTS tanto parcial quanto total pode ser retirado somente em algumas situações, além de casos como desastres naturais, calamidade pública e em situações de emergência, o saque do saldo FGTS também se aplique em algumas situações, tais como:

  • Demissão sem justa causa: Além de o trabalhador ter direito ao saque dos depósitos referentes ao contrato de trabalho, terá direito também em receber uma multa rescisória de 40%, depositada na sua conta de FGTS
  • Aposentadoria pela previdência social: Nesse caso, basta apresentar os seus documentos da previdência social como comprovante
  • Contrato temporário: Poderão ter acesso ao saque do saldo FGTS pessoas que foram registradas em um período específico de tempo
  • Falecimento ou doença grave: Empregados que apresentarem doenças graves como câncer ou Aids, poderá estar resgatando o seu FGTS. No caso de falecimento, a quantia do FGTS é dividida em um valor igual para os dependentes que estão cadastrados e reconhecidos pela previdência social
  • Financiamento da casa própria: Nesse caso é necessário algumas exigências, entre elas, não poderá ser comprador ou proprietário do imóvel residencial já financiado pelo sistema financeiro de habilitação. Além disso, o cliente não poderá ser comprador ou proprietário de um imóvel residencial concluído ou em construção
  • Desempregado: Quem estiver a mais de três anos sem trabalhar sem registro em carteira